domingo, 13 de novembro de 2011

Pluma

    Eu, vou te fazer me amar, até você deixar o passado pra lá. E mesmo que eu enlouqueça, vou te fazer perder a cabeça. Tirar os pés do chão, e depois sentar, buscando ar pra respirar. Fazer o coração bater até que ele se perca. Você rir, até que eu te mereça. Ser sua, até pesar.


    Depois, ser pluma, pra flutuar.

2 comentários:

  1. É tão profundo que eu nem sei o que comentar.

    ResponderExcluir
  2. Para ser pluma tem que saber voar ! Você sabe, você voa.

    ResponderExcluir